O tempo passa, mas a saudade não

7:55 PM

É saudade da infância, saudade do colo de mãe, saudade de brincar na rua, de ganhar presente de aniversário, de pular corda, de acordar cedo para assistir televisão, de dormir no sofá e misteriosamente acordar na cama. É saudade de rir sem parar, saudade de ganhar o maior pedaço de bolo, saudade de não precisar ter preocupação com nada além de arrumar todos os brinquedos depois de usados.

É também, saudade de conhecer gente nova. Saudade de sentir aquele frio enorme na barriga antes de algum evento importante, saudade de não precisar pensar em nada além de encontrar alguém para brincar. É tudo saudade. Saudade de momentos que já passaram porque o tempo até pode passar, mas a saudade não. Ela fica com a gente durante a vida toda. Na verdade, acho que ela pode ser considerada uma amiga.

Eu sinto saudade de gente que já foi, sinto saudade de quem veio visitar faz muito tempo e até de quem ainda nem chegou. Sinto falta de momentos e pessoas que ainda não tenho, mas que sei que sentirei saudade porque o tempo pode até passar, mas a saudade não. Ela fica aqui como se fosse um quadro decorando meu ser. É uma decoração bonita já que cada pessoa tem uma saudade única. Eu tenho várias, mas fiz amizade com elas.

São memórias que carrego comigo e são capítulos da minha vida que vou guardar para sempre, não tenho escolha. Não adianta nada querer apagar o que marcou, a mente não deixa. A melhor coisa a se fazer, é lembrar de tudo com muito amor e carinho e ser grato por ainda poder ser um colecionador de saudade.


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários