O dia do amor próprio é todo dia, por isso, ame-se

8:00 PM

Eu que escrevo sobre amor quase sempre consigo ver o quanto as pessoas procuram amor em outras pessoas, corpos, olhos, almas quando na verdade o maior amor que você pode ter na sua vida é o seu amor próprio. Amor próprio não é você achar que precisa viver sozinho(a) para sempre porque ninguém é bom o suficiente para você, mas é aprender a viver com sua própria companhia caso uma nova pessoa demore muito a aparecer; amor próprio também tem a ver com não aceitar qualquer pessoa na sua vida. Você merece alguém que mereça você.

Em qualquer tipo de relacionamento, há cobranças. Um espera que o outro se doe mais, se abara mais, ame mais, mas ambos esquecem que nenhum dos dois está ali para preencher o vazio da pessoa que está ao seu lado. É preciso que você e todas as outras pessoas carentes de si saibam que enquanto o amor próprio não aparecer, é quase impossível manter qualquer tipo de relação com qualquer outra pessoa. Não falo isso por mal, falo porque é verdade. O dia do amor próprio é todo dia, por isso, ame-se!

As pessoas por aí confundem amor próprio com arrogância, mas não é nada arrogante você reconhecer seu valor. Você é valioso(a) e não precisa ter medo disso. Não precisa ter medo de se colocar em primeiro lugar quando o assunto é saúde mental, não precisa ter medo de aceitar que tal pessoa não é o que você precisa, não precisa ter medo de dizer e admitir que você não merece migalhas porque você merece alguém completo que seja capaz de amar a si mesmo para depois amar você. O amor não é um sentimento de pena, é um sentimento de quem transborda e se você não transbordar por conta própria, o amor de outro alguém também não fará isso em você.

Amar a si mesmo e se aceitar do jeito que você é, é um processo demorado. Leva bastante tempo até você conseguir se libertar desse medo e insegurança que existe aí dentro, mas assim que você desatar os nós que te prendem nisso, você será alguém completamente diferente. Haverá dias em que tudo vai parecer perdido e você com certeza vai se sentir para baixo, mas não desista. Antes de querer o amor de alguém aprenda a ter seu próprio e único amor.

Não estou dizendo que você precisa ser ato-suficiente para si mesmo durante toda sua vida, mas estou dizendo que você precisa ser auto-suficiente para si mesmo durante algum determinado tempo porque todo mundo passa por um período difícil. Quando essa hora chegar na sua vida, saiba que está tudo bem conseguir ficar em paz com sua própria companhia e saiba também que quando um novo amor chegar, está tudo bem se deixar levar pelo sentimento. Pessoas precisam de pessoas, não há como mudar isso, mas guarde um pouco da sua felicidade e use-a para si mesmo.

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Olá Bruna!

    Sou fã dos seus textos, porém nesse eu entendo que o amor não é doação. Eu devo ficar enquanto está satisfazendo meus interesses e a pessoa plantou meu desprezo ao não atender o que eu quero? O tal amor-próprio não passa de justificativa para qualquer ato desumano. Pense no goleiro Bruno saindo da cadeia e dizendo que ele preso não traria a moça de volta? É por aí..

    ResponderExcluir
  2. Esse texto foi escrito há mais de 200 anos e descreve nossos dias perfeitamente
    http://www.citador.pt/textos/o-amorproprio-como-fonte-de-todos-os-males-jean-jacques-rousseau

    ResponderExcluir