10 séries para quem gosta de investigação

8:19 PM

Você já ficou com vontade de assistir alguma série, mas simplesmente não conseguiu decidir qual escolher? Então esse post aqui é para você, principalmente se você gosta de séries de investigação/suspense. Eu reuni 10 séries que são simplesmente maravilhosas. Vem ver:

 Those who Kill

Those Who Kill é a versão americana da série dinamarquesa Den Som Draeber. O responsável pela adaptação é Glen Morgan (Arquivo X). Na versão americana, a história acompanha a vida de Catherine Jensen (Chloë Sevigny, de Hit & Miss, American Horror Story), uma detetive da polícia que investiga crimes em série. Ela ainda tenta conciliar seu trabalho com seu passado. Seu irmão desapareceu aos dezesseis anos de idade e Catherine acredita que seu padrasto seja um assassino em série. Ela tem como colega de trabalho o dr. Thomas Schaffer (James D’Arcy, de Secret Diary of a Call Girl), psiquiatra forense que traça o perfil dos criminosos que ela investiga. Infelizmente só tem uma temporada na Netflix, mas vale bastante a pena.

The Fall

The Fall acompanha a Detetive Superintendente Stella Gibson (Gillian Anderson). Ela é trazida para auxiliar a Polícia Metropolitana de Londres, quando um assassinato em Belfast torna-se arquivo morto. O caso é sobre um assassino que gosta de atacar jovens mulheres profissinais da cidade, e Gibson corre contra o tempo com seu novo time, para conseguir encontrar o responsável pelas mortes antes que ele ataque novamente. A série é muito mais do que a sinopse tá mostrando.

 White Collar

White Collar conta a história da improvável parceria entre o vigarista Neal Caffrey (Matt Bomer) e o Agente Federal Peter Burke (Tim DeKay). Quando Neal escapa da prisão de segurança máxima para encontrar seu amor perdido, Burke o recaptura e, ao invés de ir para a prisão novamente, o criminoso propõe um acordo: ele dará assistência ao FBI, utilizando toda a sua experiência em golpes para ajudar a agência a resolver os casos mais complicados. Peter, então, logo percebe que a ajuda de Neal e a sua intuição não seriam encontradas do lado dos homens da lei.


 The Following

Joe Carroll é um assassino diabólico que admira a obra de Edgar Allan Poe. Ele usa a tecnologia e sua inteligência para criar um culto de serial killers, todos ligados uns aos outros e espalhados por todo os Estados Unidos. O ex-agente do FBI Ryan Hardy, que o caçou e o capturou no passado, é forçado a voltar ao trabalho após sua fuga de prisão.
Essa série é sem dúvida, uma das melhores dessa lista. Os acontecimentos e cenários montados pelo assassino são muito inteligentes e complexos. É um trama envolvente.


Crossing Lines

A série acompanha Carl Hickman, um ex-policial que se tornou dependente de morfina após ser gravemente ferido em uma atividade no trabalho. Algum tempo depois ele recebe um convite para trabalhar na Corte Internacional de Haia, investigando crimas de serial killers que cruzam a fronteira de diversos países. É hora de recomeçar.
Crossing Lines é muito leve, mas muito focada. Todas as cenas são muito intensas e você como certeza vai querer assistir cada vez mais. 


The Blacklist

Raymond Reddington é um dos criminosos mais procurados pelo FBI. Até que um dia ele resolve se entregar misteriosamente à agência, oferecendo com ele uma lista com importantes nomes da comunidade do crime.
Blacklist é muito bem escrita e é perfeita para quem gosta de ação e reviravoltas. Cada episódio é uma adrenalina diferente.


 How To Get Away With Murder

How To Get Away With Murder é um eletrizante thriller de suspense, criado por Shonda Rimmes, sobre um grupo de ambiciosos estudantes de direito e sua brilhante e misteriosa professora de defesa criminal, que se vê envolvida em uma trama de assassinato que vai balançar toda a universidade e suas vidas pessoais.
Essa série é suspense puro! Você nunca, nunca, nunca consegue prever o que vai acontecer, é muito bem escrita e montada. Ótimo para quem gosta de ser surpreendido.



Lie To me 

Cal Lightman, um cientista que dedicou toda a sua vida ao estudo do comportamento humano. Lighman ainda conta com a ajuda de sua parceira e psicóloga Dra. Gillian Foster, além do pesquisador Eli Locker, e Ria torres uma mulher com talento natural para detectar expressões humanas.
Basicamente a série se passa assim: Lighman e toda a sua equipe trabalham para descobrir quem está mentindo. Cal Lighman é especialista em detectar micro-expressões humanas e nada passa despercebido por ele. É uma boa série para quem gosta de observar o comportamento das pessoas.


Hannibal

Will Graham é um investigador do FBI que tem o talento de se inserir nas cenas dos crimes e visualizar exatamente o que aconteceu. Tal capacidade ajuda a solucionar muitos casos, mas também exige muito dele, obrigando-o a consultar o psiquiatra Hannibal Lecter. Mal sabe Graham, que o Dr. Lecter não é um psiquiatra comum.

Para quem não sabe, Hannibal foi um famoso seria killer que ficou conhecido por comer carne humana de suas vítimas. Na série isso é mostrado, mas é mostrado de uma forma muito sutil e elegante. Até você ficaria com vontade de comer as refeições que o assassino faz.
Essa série merece e muito estar na 2º posição dessa lista! Cada episódio é uma emoção diferente.


 Blindspot

Blindspot conta a história de um agente do FBI que, misteriosamente, se vê em meio a uma conspiração. A história começa quando Jane Doe (Jaimie Alexander), completamente sem memória, é encontrada nua no meio da Times Square, em Nova York, com o corpo coberto de tatuagens recentes. E uma dessas tatuagens é o nome do agente do FBI Kurt Weller (Sullivan Stapleton). Agora, ele terá que desvendar os mistérios: Quem é esta mulher e o que significam suas tatuagens?

Blindspot ficou no topo da lista porque é aquele tipo de série que você não faz ideia do que pode acontecer e durante os episódios sua adrenalina vai a mil. Para entender o que eu quero dizer, só assistindo.

Essas são minhas 10 séries sobre investigação para vocês, vale a pena assistir todas! Se você assiste alguma, ou tem outras indicações, me deixa saber aqui 
nos comentários

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários